Alimento previne diabetes, auxilia a perda de peso, melhora a imunidade e o trânsito intestinal.

A biomassa de banana verde consiste em uma preparação feita com polpa de bananas verdes cozidas. Esta simples preparação é capaz de melhorar a imunidade, contribuir para o desenvolvimento da microbiota intestinal, reduzir o risco de câncer de intestino, controlar os níveis de colesterol, prevenir o diabetes e evitar o acúmulo de gordura abdominal.

Cultivada há 8 mil anos a banana representa grande parte da alimentação diária de mais de 500 milhões de pessoas no mundo, um extraordinário potencial nutritivo capaz de produzir muitos pratos saborosos a custos baixíssimos, principalmente a fruta na forma de biomassa.

A banana é a quarta cultura mais importante do planeta, só perde para o arroz, o trigo e o milho. Cerca de 300 milhões de cachos da fruta são produzidos por ano e 85% da produção mundial é destinada ao consumo familiar.

A banana verde possui alto teor de amido resistente (AR). Mas o que é isso? Os carboidratos são classificados digeríveis ou resistentes. Os digeríveis se transformam em glicose e alimentam as células do corpo. O resistente escapa da digestão no intestino delgado indo diretamente alimentar a flora bacteriana no intestino grosso. Age como uma fibra alimentar dando saciedade e ajudando o melhor funcionamento do intestino. Com o amadurecimento, o AR cai de 26% para 2%. A fruta verde ainda contém minerais e vitaminas A, do complexo B e C. Outra vantagem do AR, é que ele possui baixo índice glicêmico, podendo ser consumido por portadores de diabetes tipo 2. Esse carboidrato também tem grande poder de saciedade, o que o torna um elemento interessante em dietas que combatem a obesidade.

A biomassa fortalece o intestino alimentando as bactérias boas, e por ter um alto teor de amido resistente diminuirá a absorção de gorduras e glicose. Ótima indicação para diabéticos, pessoas com colesterol alto ou que sofrem de constipação intestinal. Ela é rica em vitamina A, B1, B2, ácido nicotínico, além de sódio, potássio, magnésio, manganês, cobre, fósforo, enxofre, cloro e iodo.

A história da biomassa

A biomassa de banana verde foi uma descoberta fantástica de Heloísa de Freitas Valle, que na década de 90 iniciou o cultivo de banana no Vale do Ribeira, no município de Eldorado, no interior de São Paulo. Num belo dia ao chegar à sua fazenda, percebeu que tinha sido roubada, toda despensa saqueada e não tinha alimentos para comer. Pediu aos empregados que fossem ao pomar e colhessem um cacho de banana verde. Elaborou uma sopa cozinhando a banana, depois separou casca e polpa, passou na peneira e despejou num caldo com ervas. Pronto, estava ali a sopa de banana verde, tomou-a e percebeu que muitas horas depois ainda não estava com fome.

Comentando o ocorrido com o seu amigo, o Prof. Márcio Poiani, PhD em Química da Universidade Federal de São Carlos, ele esclareceu-a que isso acontecia porque a banana verde era rica em amido resistente (AR). Neste momento Heloísa cria o Projeto Banana Verde, com foco no combate ao desperdício no campo, gerando trabalho, contribuindo para melhoria das condições nutricionais de populações menos favorecidas e agregando trabalho e renda aos pequenos produtores que não tem vez na comercialização da fruta. Começou então a criar diversas receitas com o ingrediente.

Benefícios da biomassa

A biomassa de banana verde é um verdadeiro coringa para quem busca uma alimentação mais saudável. Você pode adicioná-la a preparações doces e salgadas como cremes, sopas, bolos, biscoitos, molhos, patês, pães, risotos e onde mais que a sua criatividade desejar. Ela serve como espessante, ajuda a dar volume nas preparações e assume o sabor dos alimentos a qual é misturada. Além de dar volume às receitas ela adiciona vitaminas do complexo A, B, C e sais minerais como fósforo, magnésio, potássio, cálcio e principalmente muita fibra.

Previne o diabetes tipo 2
As fibras da biomassa de banana verde ajudam a evitar os picos de glicose no sangue, fazendo com que ela seja liberada aos poucos. Estes picos de glicose levam a picos de insulina. Diante de constantes picos de insulina, alguns órgãos passam a se tornar tolerantes a ela, sendo preciso cada vez mais insulina para cumprir a mesma função, gerando o quadro de resistência à insulina, que se não for combatido pode evoluir para o diabetes tipo 2.

Ajuda na perda de peso:
A biomassa de banana verde contribui para o emagrecimento porque as fibras evitam o pico de glicose e fazem com que ela seja liberada aos poucos, fazendo com que a pessoa sinta saciedade por mais tempo.

Melhora a saúde da microbiota intestinal:
A biomassa se destaca por possuir boas quantidades de um amido resistente que é uma espécie de fibra que o aparelho digestivo não consegue digerir. Como este tipo de fibra não é digerida, ela serve de alimento para as bactérias benéficas do intestino e assim contribui para o desenvolvimento da microbiota intestinal.

As fibras não digeríveis na da biomassa de banana verde contribuem para a formação do bolo fecal, com um bolo fecal maior, ele sairá com mais facilidade. Assim, há melhora no trânsito intestinal.

Melhora a imunidade:
O amido resistente da biomassa de banana verde contribui para a saúde da microbiota intestinal. Quando a microbiota intestinal está saudável existe a produção de uma substância chamada citocina anti-inflamatória que melhora a imunidade, fazendo com que os anticorpos trabalhem com mais eficiência. Além disso, quando a microbiota intestinal está saudável, ela produz uma substância chamada butirato, um aminoácido de cadeia curta que é um combustível para os anticorpos do intestino terem mais força para atacar invasores.

COMO FAZER

É fundamental que a banana seja de fato verde, quanto mais verde melhor e se possível orgânica. A banana verde que está na gôndola do supermercado não serve, pois esta já passou pela estufa onde iniciou o processo de amadurecimento.

O ideal é comprar direto do produtor caso sua cidade tenha plantações de banana ou encomendar na feira pedindo especificamente por bananas que não passaram na estufa. Como a procura aumentou nos últimos tempos muitos feirantes já sabem de qual banana verde você está falando.

Modo de preparo:
Corte a banana verde rente ao cacho sem romper a casca. Você pode usar qualquer tipo e tamanho de banana, todas funcionam desde que sejam verdes. Utilize uma tesoura de poda ou uma faca afiada, lave as bananas com água e sabão e leve para a panela de pressão com água suficiente para cobri-las. Se você estiver fazendo uma maior quantidade e sua panela for pequena faça em duas etapas. Adicione uma colher (sopa) de óleo vegetal à panela para evitar que a seiva da banana grude na panela. Tampe a panela, leve à pressão e quando atingir a pressão, abaixe o fogo e deixe ferver por oito minutos.

Desligue o fogo e espere a pressão sair naturalmente. As bananas vão mudar de cor, mas isto é normal. Abra a panela de pressão com cuidado, retire as bananas e abra a banana com a ajuda de uma faca. Retire a polpa, leve ainda bem quente no liquidificador e bata com o mínimo de água até virar uma pasta bem cremosa.

Guarde na geladeira para fazer, pães, bolos, mousse etc.

Validade

Para armazenar você pode mantê-la na geladeira por uns 3 ou 4 dias ou congelar em formas de gelo, basta colocar a biomassa nas forminhas e levar ao congelador de um dia para outro. Ela dura de 4-6 meses congelada. Para descongelar NÃO utilize micro-ondas. Leve a biomassa em uma panela com um fundinho de água filtrada. Lembre-se de armazenar em recipientes de vidro ou forminhas de gelo!

Utilize sempre que possível a biomassa em suas receitas, ela possui inúmeros benefícios a sua saúde e não engorda. O amido que ela possui é resistente, portanto não é absorvido pelo corpo. Quando este amido resistente chega ao intestino serve como um excelente prebiótico (alimento para as bactérias boas do intestino), o que melhora a nossa saúde de modo geral. Você também vai comer uma menor quantidade, a biomassa traz muita saciedade e você não vai sentir fome por bastante tempo.

Ela é ótima para fazer o intestino funcionar como um reloginho, aumentando o volume das fezes e prevenindo o desenvolvimento de doenças como o câncer de intestino.

Bjo! Li.

Anúncios