O doce que emagrece e ajuda quem faz musculação, possui cinco vezes mais cálcio, o dobro de fibras e mais potássio que a batata-inglesa.

A batata-doce tem uma excelente capacidade para fornecer energia com carboidratos saudáveis sem elevar muito o açúcar no sangue, sendo, por isso uma excelente opção para quem treina pesado. Considerada o carboidrato ideal para atletas, supera os outros tubérculos em vários nutrientes.

Além disso, em pequenas quantidades, também pode ser usado por quem está fazendo dieta porque ajuda a diminuir rapidamente a fome. O grande responsável por esse alimento favorecer a dieta é o amido resistente. Apesar de ser um carboidrato, ele se comporta como uma fibra insolúvel: resiste às enzimas do intestino delgado, que não conseguem digeri-lo, além de atrair as moléculas de gordura e de açúcar, fazendo com que sejam absorvidas mais devagar.

O doce perguntou para o doce: qual é o doce mais doce que o doce de batata-doce?

Por isso, o tubérculo apresenta um índice glicêmico (IG) baixo, menor que o da batata-inglesa. Esse índice mede a velocidade de entrada de glicose na circulação sanguínea após o consumo de um carboidrato. Alimentos com IG alto fazem disparar as taxas de açúcar no sangue. Então, o pâncreas precisa trabalhar dobrado, produzindo muita insulina, que é encarregada de levar o açúcar para dentro das células, mas, em excesso, estimula o organismo a estocar gordura.

A batata-doce fornece energia de modo equilibrado, isto é, sem provocar picos de glicose e demanda excessiva de insulina, o que também auxilia na prevenção e tratamento de diabetes tipo 2, além de conferir maior sensação de saciedade. Você demora mais para sentir fome! De fato, uma pesquisa do College of Agriculture and Life Sciences dos Estados Unidos comprovou que, graças ao IG baixo, ela auxilia no emagrecimento.

Ela carrega vitaminas A e do complexo B – a primeira é essencial para a saúde dos olhos e da pele, e as demais atuam em várias frentes, em especial no sistema nervoso. A batata-doce também oferece magnésio, ativador de várias enzimas. Já o cálcio é o principal integrante dos ossos; o fósforo traz disposição; e o potássio mantém a pressão arterial controlada. Ainda não acabou: betacaroteno (quanto mais escura a polpa, maior o teor), antocianina (disponível na variedade roxa) e vitaminas C e E.

INGREDIENTES

Ingredientes:
» 500g de batata-doce;
» 1 dente de alho (opcional);
» 1 colher (sopa) de alecrim;
» Orégano e pimenta à gosto.

MODO DE PREPARO

Modo de preparo:
Lave as batatas e cozinhe com as cascas por 10 minutos. Seque cada batata e corte em rodelas finas (quanto mais finas, melhor). Aqueça a Airfryer vazia por 2 a 3 minutos a 200°C. Adicione as batatas, os dentes de alho e salpique com o alecrim e orégano. Programe a Airfryer para 10 minutos.

Se você não tem Airfryer, pode fazer no forno também…

Corte a batata, com ou sem casca, em rodelas bem finas e espalhe em uma forma forrada com papel manteiga, de modo que as rodelas fiquem separadas umas das outras. Leve a forno pré-aquecido a 180ºC por cerca de 20 minutos ou até as batatas dourarem, adicionando azeite, sal, alecrim e pimenta no final para temperar.

Dica

O sabor adocicado combina bem com canela, mel, coco e noz-moscada. De preferência, prepare com casca, a fim de preservar os nutrientes. Para ter acesso aos benefícios é preciso ingeri-la regularmente, se possível mais de uma vez por semana. Os atletas consomem com uma frequência maior: antes do treino diário, para que a energia dure mais tempo.

Bjo! Li.