Apesar de ter sido considerada uma alga por muito tempo – e de ainda ser divulgada como tal – a spirulina é uma bactéria capaz de fazer fotossíntese, denominada cianobactéria. Ela vive em colônias com aparência semelhante a algas, o que colaborou para a confusão que durou anos para ser desfeita.

A spirulina, é rica em vitaminas do complexo B, proteínas de alto valor biológico, ácidos graxos poli-insaturados, minerais como potássio, fosforo e cálcio e também substâncias com ação antioxidante, como a vitamina E e o betacaroteno. Ela possui uma alta concentração de proteína, é um dos alimentos mais ricos em proteína do planeta, superando inclusive diversos alimentos como a soja e a carne. É uma proteína completa, pois possui os 9 aminoácidos necessários para o ser humano e contém também mais vitamina B12 que qualquer outro alimento vegetal. É rica em vitaminas e minerais e fornece uma alimentação segura para qualquer deficiência em nossa dieta diária. Além de tudo essa proteína é absorvida de uma forma rápida por nosso organismo. De quatro a cinco vezes mais rápidos que outras provenientes de fontes animais como carnes e ovos.

Pode ajudar na recuperação muscular já que possui ação antioxidante que elimina os radicais livres provenientes da oxidação muscular ocorrida durante o exercício. Ela é recomendada para mulheres porque as vitaminas A e E harmonizam os ovários, além de diminuir as cólicas da menstruação.

Como a spirulina é rica em ferro, além de suprir o corpo com as proteínas evita também o desenvolvimento de qualquer tipo de anemia, bem como a sensação de fraqueza e cansaço muscular. A quantidade de ferro é muito maior do que a encontrada em outros alimentos, como a espinafre. A quantia pode ultrapassar os 5.000% em relação ao vegetal. Uma única porção do suplemento pode conter quase 7mg de ferro, sendo que as necessidades diárias são de 9 a 10 mg, dependendo da pessoa, embora esse seja o normal. Apenas duas doses de spirulina já ultrapassam o necessário por dia. Já para as mulheres, as doses são maiores, podendo chegar a aproximadamente 20mg por dia.

Como a spirulina diminui a sensação de fome, ajuda também a evitar os picos de insulina no sangue, sendo recomendada para os diabéticos.

INGREDIENTES
Ingredientes:
» Um bom punhado de folhas de espinafre;
» ½ pepino;
» 1 banana;
» 2 talos de aipo;
» ½ colher (chá) de spirulina;
» 240ml de água de coco (pode ser água mineral).

MODO DE PREPARO
Modo de preparo:
Basta higienizar as frutas e vegetais e bater todos os ingredientes no liquidificador. Tomar em jejum. Não guardar sobras. Se o smoothie ficar espesso demais, acrescente mais um pouco de água.

Bjo! Li.

Anúncios